Sepúveda e Lianor – Canto Primeiro

Realiza-se, no próximo dia 6 de Maio, uma conferência de apresentação do livro Jerónimo Corte-Real, Sepúlveda e Lianor – Canto Primeiro (edição crítica e comentada), de Hélio J. S. Alves, professor da Universidade de Évora, na Sede do Grupo Pro-Évora, Rua do Salvador N.º 1, pelas 18 horas. Será orador o Prof. Doutor José Augusto Cardoso Bernardes, Director da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra e Professor Catedrático da Faculdade de Letras da mesma Universidade. Estará patente uma exposição bibliográfica relativa a Jerónimo Corte-Real, com exemplares cedidos pela Biblioteca Pública de Évora.

Jerónimo Corte-Real, falecido em Évora a 15 de Novembro de 1588, Provedor da Santa Casa da Misericórdia eborense, músico, pintor do quadro de S. Miguel e as Almas exposto na Igreja de Santo Antão e de vários desenhos e iluminuras, foi um dos maiores poetas portugueses do século XVI, o século maior da cidade de Évora.

Entre as obras que publicou em vida e postumamente, conta-se o longo poema de Sepúlveda e Lianor (Naufragio e Lastimoso Sucesso da Perdiçam de Manuel de Sousa Sepúlveda & Dona Lianor de Sá sua mulher & filhos...), sobre o famoso casal que naufragou na costa oriental sul-africana em 1552. Foi o último poema que compôs e aquela obra que, nas palavras do genro, António de Sousa, «ele tinha por mais filha de seu engenho».

O livro ora apresentado constitui a primeira edição crítica e a primeira edição comentada alguma vez realizada sobre uma parte completa do poema, o Canto Primeiro, que celebra o nascimento e criação de Lianor de Sá e os primeiros amores entre ela e Manuel de Sousa Sepúlveda.

Manuel de Sousa Sepúlveda era familiar do fidalgo castelhano Diogo de Sepúlveda que, no início do séc. XVI, mandou construir o Palácio Sepúlveda na antiga rua da Lagoa, frente ao Convento do Calvário.

A conferência será antecedida de uma visita à Igreja da Misericórdia, da Santa Casa da Misericórdia de Évora, de cuja Mesa Jerónimo Corte-Real foi provedor, pelas 16 horas, e à Igreja de Santo Antão, na Praça do Giraldo, onde se encontra a pintura S. Miguel e as Almas, de sua autoria, pelas 17 horas. Esta iniciativa tem os apoios da Biblioteca Pública de Évora, da Santa Casa da Misericórdia de Évora e de M’ar De Ar Hotels – Évora.

 

 

Conferência/Debate sobre Desporto e Património

Em antecipação do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, o Grupo Pro-Évora realiza no dia 17 de Abril próximo, na sua sede, R. do Salvador,1 pelas 17.30h uma conferência/debate este ano subordinada ao tema Desporto e Património que será proferida pelos oradores João Tiago Lima, prof. da Universidade de Évora : “O Rugby como modalidade local e global” e o Dr. Jorge Fanico dos Santos : “Três questões sobre o património desportivo de Évora”.

 

 

O Grupo Pro-Évora convida todos os sócios e interessados a participar nesta actividade.

 

 

Que Centro Comercial para Évora? - 3/3

Ciclo de conferências/debates no Grupo Pro-Évora – 3ª Sessão

A Câmara Municipal de Évora (CME) deu a conhecer a existência de investidores interessados em construir um centro comercial na cidade de Évora, situado junto às Portas de Avis. O Grupo Pro-Évora (GPE) decidiu realizar um ciclo de conferências seguidas de debate sobre os problemas que a criação de um centro comercial envolve, convidando oradores conhecedores deste tipo de problemáticas.

Terceira sessão:

  • Dia 2 de Dezembro – Jorge Silva, Arquitecto.


As conferências/debates terão início às 21 horas, na sede do Grupo, na Rua do Salvador, nº 1, em Évora.

A moderação dos debates será feita pela Presidente do GPE, Aurora Carapinha, Arquitecta Paisagista, professora da Universidade de Évora.
O GPE convida todos os interessados a participarem nesta iniciativa.

"Guia de Escultura da Cidade de Évora"

imageEsta edição bilingue (português/inglês) localiza e identifica cerca de 50 esculturas públicas. Com fotografias de Paulo Nuno Silva, mapas, fichas técnicas e textos introdutórios de Maria do Mar Fazenda, são propostos três percursos temáticos - Percurso Evocativo, Percurso Simpósio ’81 e Percurso (Re)Pensar a Cidade – que dão visibilidade e leitura às peças instaladas na cidade.

Este livro está disponível nas seguintes livrarias da cidade: Nazareth, D. Pepe, Salesianos e Fonte de Letras.

"Pela Biblioteca Pública"

imageRemonta a 1992 a intenção declarada, por parte dos responsáveis pela cultura em Portugal, de dividir a Biblioteca Pública de Évora, uma das mais notáveis do pais. Desde logo o Grupo Pro-Évora iniciou uma campanha de defesa desta instituição, a semelhança do que fizera aquando da sua fundação.
de Celestino Froes David e Marcial Rodrigues


 
Apoios


© 2011 - Grupo Pro-Évora - Todos os direitos reservados | Powered by