A Sede

Recolhimento dos religiosos paulistas da congregação da Serra de Ossa deveu-se ao auxilio prestado pelo Cardeal Infante D. Henrique, que para o efeito adquiriu, em 1578, o devoluto Paço do Fidalgo Rui Palha de Almeida, conselheiro de D. Manuel I, edifício que se apoiava no Torrejão da Porta Nova dos judeus, onde se guardavam documentos e o tesouro do Infante D. Luís, Duque de Beja e Prior do Casto, Torre da Muralha Medieval que se perdeu parcialmente em 1650, pela pavorosa explosão de pólvora nela armazenada durante a Guerra da Restauração.

Do velho paço subsistem, embebidos nos alçados, algumas portas e janelas geminadas, do estilo Gótico, de granito, quatrocentistas, e do instituto a Arcada da Portaria, com abóbada revestida de pinturas a fresco, datada de 1689, com ornatos Barrocos, de grotescos, laçaria e alegorias de monges eremitas: a casa do lavabo e refeitório, ambos de cobertura artesoadas e este de lambril azulejar monocromo, com, com motivos de açafates e de figura avulsa (séc. XVII – XVIII). Da sóbria frontaria voltada para a antiga praça do peixe (Sertório) subsiste, profanada, a Igreja Colegial, com tecto pintado no estilo pompeiano e perspectivado, da tradição italiana setecentista e, no alto rodapé uma interessante barra de azulejos policromos, do modelo de tapete e motivação pouco vulgar (séc. XVII).

No edifício estão instalados, a Direcção Escolar, Repartição de Finanças e o Grupo Pro-Évora. Este último é constituído por uma Associação Cultural fundada no ano de 1919 por um núcleo de personalidades ligadas à protecção da arte e arqueologia, como D. Leonor Barahona Caldeira, Celestino David, Poeta e Prossador Alentejanista, Drs. Vaz Madeira, Felício Caeiro, Raúl Matroco, Manuel Monte e irmãos Serra, a qual mantém as suas normais e características actividades estatutárias e onde se efectuam, periodicamente, exposições de pintura, conferências e palestras relativas à História, Arte e Etnografia da Região.

Túlio Espanca
Promoção dos serviços de cultura e turismo da C.M. Évora - 1984

 

 

AddThis Social Bookmark Button

1919-2011

image

"Em 16 de Novembro de 1919 foi formalmente fundado o Grupo Pro-Évora. Até hoje, somam-se mais de noventa anos de actividade em defesa do património e de valores culturais da cidade de Évora." A Direcção

 



© 2011 - Grupo Pro-Évora - Todos os direitos reservados | Powered by