Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Torres Senhoriais do Alto Alentejo pelo Dr. António Pestana de Vasconcellos

No âmbito das Comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, realiza-se no dia 18 de Abril, pelas 17.30h, na sede do Grupo Pro-Évora, Rua do Salvador, 1, uma conferência que será proferida pelo Dr. António Pestana de Vasconcelos intitulada Torres Senhoriais do Alto Alentejo.

Na sua comunicação o autor tem como finalidade historiar a evolução das Torres Senhoriais do Alto Alentejo desde os finais do séc. XIV até ao séc. XIX.


O Grupo Pro-Évora convida todos os interessados a assistir a esta conferência.

 

 

Évora: Da Cidade Museu à Cidade Património Mundial

Realiza-se no próximo dia 29 de Novembro, na sede do Grupo Pro-Évora, R. do Salvador, 1  pelas 18 horas, uma Conferência subordinada ao tema Évora: Da Cidade Museu à Cidade Património Mundial, proferida pelo Prof. Paulo Simões Rodrigues (CHAIA, Universidade de Évora).

A conferência seguida de Debate comemora os 25 anos da classificação de Évora como Património Mundial atribuída pela UNESCO em 1986.

O Grupo Pro-Évora convida todos os interessados a participarem nesta iniciativa.

 

 

A Refundação do Aqueduto da Água da Prata

 

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios - Conferência no Grupo Pro-Évora

A Refundação do Aqueduto da Água da Prata pelo Dr. Francisco Bilou


No âmbito das Comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, realiza-se no dia 18 de Abril, pelas 21.30h, na sede do Grupo Pro-Évora, Rua do Salvador,1, uma conferência proferida pelo Dr. Francisco Bilou intitulada A Refundação do Aqueduto da Água da Prata.

"A refundação do Aqueduto da Água da Prata, em Évora, após quatro décadas de espera e duas tentativas inconsequentes, foi finalmente concretizada, em escasso tempo, sobre o traçado topográfico de uma obra mais antiga da qual restam escassos vestígios materiais.

Entre Outubro de 1533 e Março de 1537, D. João III mobilizou importantes recursos técnicos, humanos e financeiros para dotar a segunda cidade da corte com o mais extenso e complexo projecto de engenharia hidráulica do seu tempo. Ao decidir fazê-lo, durante a sua estadia em Évora e no auge da influenciada cultura renascentista em Portugal, o rei contou com um forte estímulo circunstancial: a descoberta de vestígios arqueológicos do aqueduto romano, oportunamente resgatados por André de Resende ao passado clássico da cidade."

O Grupo Pro-Évora convida todos os interessados a assistir a esta conferência.

 

 

"Guia de Escultura da Cidade de Évora"

imageEsta edição bilingue (português/inglês) localiza e identifica cerca de 50 esculturas públicas. Com fotografias de Paulo Nuno Silva, mapas, fichas técnicas e textos introdutórios de Maria do Mar Fazenda, são propostos três percursos temáticos - Percurso Evocativo, Percurso Simpósio ’81 e Percurso (Re)Pensar a Cidade – que dão visibilidade e leitura às peças instaladas na cidade.

Este livro está disponível nas seguintes livrarias da cidade: Nazareth, D. Pepe, Salesianos e Fonte de Letras.

"Pela Biblioteca Pública"

imageRemonta a 1992 a intenção declarada, por parte dos responsáveis pela cultura em Portugal, de dividir a Biblioteca Pública de Évora, uma das mais notáveis do pais. Desde logo o Grupo Pro-Évora iniciou uma campanha de defesa desta instituição, a semelhança do que fizera aquando da sua fundação.
de Celestino Froes David e Marcial Rodrigues



© 2011 - Grupo Pro-Évora - Todos os direitos reservados | Powered by